Translate

domingo, 20 de agosto de 2017

Conheça mais sobre o conceito de "cães de conforto"

agosto 20, 2017 0 Comments

Cachorros estão fazendo parte do dia a dia de escolas nos EUA

Cachorros e gatos deviam fazer parte de todos os locais públicos e particulares para mostrar aos humanos o quanto são mais civilizados....

------------

A simples presença dos animais no ambiente escolar é vista como um fator positivo por alunos e educadores

Diretores, professores, funcionários e um cachorro. Desde o início de 2017, esse é o quadro de profissionais que participam das atividades diárias de 37 escolas públicas no estado de Nova York, nos EUA. Até 2016, apenas sete instituições contavam com os chamados “cães de conforto” entre seus estudantes, mas o governo decidiu ampliar o projeto para outras 30 escolas da cidade.

Os animais fazem parte de um projeto curricular chamado Mutt-i-grees (mutt, em inglês, significa vira-lata), desenvolvido por pesquisadores da Universidade de Yale em parceria com instituições de resgate de animais abandonados. A ideia é fazer com que a presença de cachorros ajude no desenvolvimento de habilidades sociais e emocionais entre as crianças.

Existem aulas especiais que contam com a presença dos cachorros e tratam de temas como consciência, percepção de sentimentos, empatia, cooperação e lidar com a tomada de decisão. Para além da ajuda “oficial” dos animais, a simples presença deles na escola é vista como um fator positivo por alunos e educadores.

Em entrevista ao jornal americano The New York Times, Bonnie Durgin, diretor de uma das escolas que participam do projeto, disse que “crianças podem se transformar em ilhas quando têm 13 anos. [O cachorro] vira uma forma de desafogá-las delas mesmas”.

As mais de 30 escolas de Nova York fazem parte de uma rede de mais de 4.000, espalhadas entre EUA e Canadá, que adotam os animais. Os cães trabalham principalmente com crianças que têm necessidades especiais, mas nem por isso deixam de estar presentes no cotidiano do restante da escola.

Inteligência emocional e educação

Segundo a escola de medicina de Yale, a educação social e emocional “é o processo pelo qual crianças aprendem a lidar com suas emoções, se entrosar com outras, ter empatia e compaixão e descobrir habilidades essenciais de trabalho em equipe”.

Os pesquisadores acreditam que há uma relação direta entre o desenvolvimento de habilidades emocionais enquanto criança e a capacidade de, no futuro, adquirir competências acadêmicas. Jovens capazes de lidar bem com seus próprios sentimentos e das pessoas ao seu redor têm maiores probabilidades de serem saudáveis fisicamente, o que os torna mais “receptivos ao conhecimento”.

Cães de conforto nos EUA

A ideia de introduzir cachorros no dia a dia das escolas não é algo exatamente novo. O conceito de “cães de conforto” foi estabelecido nos EUA e em outras partes do mundo, e trabalha com a ideia de levar cães treinados em dar afeto e conforto a pessoas em ambientes como hospitais, asilos, ou que passaram por situações traumáticas ou de alto nível de estresse.

A Universidade da Califórnia, Davis, por exemplo, tem um programa parecido em seu campus desde 2010. Uma vez a cada quatro meses, a universidade leva alguns cachorros que vivem em centros de resgate da região para conviverem com os estudantes na tentativa de amenizar o estresse dos estudos e aliviar as saudades de casa.

Fonte: Nexojornal

Cadela com catarata faz cirurgia para restaurar visão e tem reação linda ao ver sua tutora

agosto 20, 2017 0 Comments

Com dois anos de idade, animal fez cirurgia de catarata e voltou a enxergar. Ao ver sua tutora, a cadelinha a encheu de beijos

  

O amor entre um cão e seu tutor ou tutora é uma coisa pura e extremamente especial. E para os amantes de animais, qualquer esforço vale a pena quando estamos lutando pelo bem-estar de nossos queridos cachorros.

catarata nos cães pode ser bem diferente dos humanos e dependendo do caso e da idade do animal é tarde demais para corrigir o problema e a cirurgia nem sempre é bem sucedida.

Ao ver sua tutora, a cadelinha foi andando diretamente até ela. (Foto: Reprodução / Little Things / WTSP Tampa)

Por conta das complicações que podem acontecer durante um procedimento cirúrgico, muitos tutores preferem não correr o risco e não mandam seus cães para cirurgia, principalmente quando não influencia na qualidade de vida do animal.

Porém, quando soube que existia a possibilidade fazer sua cadelinha Aurora voltar a enxergar, sua tutora não mediu esforços para conseguir arrecadar o valor da cirurgia, que custou 4.500 dólares.

Aurora, uma cadelinha que havia sido resgatada, nasceu com catarata nos dois olhos e, com dois anos de idade, era jovem o suficiente para ser um candidato interessante para a cirurgia.

O encontro foi emocionante e cheio de amor. (Foto: Reprodução / Little Things / WTSP Tampa)

A apaixonada tutora da cadelinha então se esforçou bastante para conseguir arrecadar e juntar todo o valor da cirurgia e teve uma linda recompensa quando sua Aurora conseguiu ver.

encontro entre as duas após a cirurgia, quando finalmente Aurora conseguia enxergar de forma clara, não poderia ter sido mais emocionante. A cadelinha foi para os braços de sua mamãe e a lambeu bastante, se aninhando em seus braços cheia de amor.

Fonte: Little Things

PLANETA DOS PETs - MEUS GATINHOS FOFOS

agosto 20, 2017 0 Comments

Se você tem seu pet de estimação, você sabe muito bem que eles fazem de tudo para nos agradar. E para nós, esses bichinhos são inteligentes e carinhosos. É por isso que enviamos os vídeos deles para que o mundo conheça esse amor incondicional e passe a respeitar mais a natureza.

Se você que mostrar o seu amiguinho ao mundo é só nos enviar fotos e vídeos. Termos o prazer de postar em nossa página e Rede social.

Envie fotos e videos para: Cachorros e Companhia

sábado, 19 de agosto de 2017

Fashion canino

agosto 19, 2017 0 Comments

Cão ganha R$48 mil reais por mês trabalhando como modelo

Cachorro já tem mais de 320 mil seguidores nas redes sociais -
Foto: Reprodução/Instagram

Bhodi, um cão da raça japonesa Shiba Inu que é modelo e acompanha o casal de designers Yena Kim e David Fung em todos os lugares, desperta o interesse das marcas mais elegantes e valiosas do mundo. O cachorro, que vive com os donos em Nova Iorque, chega a ganhar R$ 48 mil por mês e já tem mais de 320 mil seguidores nas redes sociais, como o Instagram.

Calário do cachorro fez com que os donos dele saíssem do emprego
Foto: Reprodução/Instagram

Há quatro anos, o casal começou a brincar de vestir Bhodi, mas a brincadeira se transformou em negócio. Os looks postados nas redes sociais fizeram sucesso, e marcas famosas passaram a procurar os donos do mascote.

Foto: Reprodução/Instagram

Bhodi acabou virando garoto-propaganda de grifes como Dolce & Gabbana, Valentino e Gucci. Há pouco tempo, o cão ganhou um livro com várias fotos suas, intitulado "Os Novos Clássicos - Looks repaginados para o homem moderno".

Foto: Reprodução/Instagram

Donos deixaram profissões para empresariar o cachorro
A renda arrecadada com os cachês do cachorro fez com que seus donos deixassem as próprias profissões de lado, para se dedicar exclusivamente a empresariar o modelo canino. Bhodi se destacou pelo fato de ter uma postura parecida com a de um ser humano, segundo o seu dono, David Fung.

Foto: Reprodução/Instagram

Fonte: TNonline

terça-feira, 15 de agosto de 2017

Uma nova tecnologia a serviço do bem estar do seu cão

agosto 15, 2017 0 Comments

Empresa cria drone para passeios com cães


Drone desenvolvido para passeios com cães sem a presença humana | Divulgação/Drones Direct

O uso de drones está cada vez mais disseminado na nossa sociedade. O aparelho é operado com diversos fins. E, agora, acrescenta-se outro a esse rol.

Uma empresa lançou um drone que substitui humanos em passeios com cães - seja por preguiça, comodidade ou falta de tempo. Não é barato - sai por cerca de R$ 8,2 mil -, mas o fabricante - Drones Direct - garante eficiência.

O DJI Phantom 4 Dog Drone fica preso ao cão por meio de uma coleira especial. O aparelho é programado para seguir o percurso que o animal costuma fazer nos seus passeios.

Por meio de uma câmera, todo o trajeto é filmado e enviado para o smartphone do dono.

O drone opera por 30 minutos, em um raio de dois quilômetros. Ele tem tecnologia que o faz evitar colisões.

Fonte:
POR FERNANDO MOREIRA/O GLOBO

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Simplesmente emocionante !

agosto 14, 2017 0 Comments


Menina com medo de cães é resgatada de afogamento por labrador salva-vidas

Um cachorro salva-vidas teve dia de herói no último sábado (12/08) na cidade de Palinuro, na Itália. Lux, um labrador que atua na Escola Italiana de Cães de Resgate (SICS), foi o responsável por resgatar a pequena Catherine, de apenas oito anos, após ela ser levada para longe do pai por uma forte onda.

O caso aconteceu por volta das 12h, na praia de Le Saline, quando o pai da menina estava com ela e a irmã brincando no mar. Quando uma forte onda o afastou das duas, ele só foi capaz de alcançar a mais velha. Foi neste momento que Lux agiu: ao perceber que Catherine estava se afogando, ele saiu correndo do seu posto de vigília, entrou na água e realizou o resgate, de acordo com relato na página do Facebook da corporação.

"Nós nunca fomos capazes de fazê-la superar o medo e a desconfiança que tem com relação aos cachorros. Acredito que, a partir de hoje, tudo será diferente", afirmaram os pais da menina ao jornal Il Messaggero, após vê-la posando para fotos ao lado de seu salvador.

Com mais um salvamento, Lux aumenta a lista de bons resultados dos cães utilizados pela SICS em resgates nas praias italianas. Ao todo, cerca de 350 animais altamente treinados fazem este tipo de resgate atualmente, garantindo que nenhum problema aconteça com os banhistas.

Fonte: UOL

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Um projeto de lei pretende liberar pets em hospitais municipais em São Paulo

agosto 10, 2017 0 Comments


 

Arthur Bordingnon, 8 meses, conhecendo a cadela Julieta



O hospital, certamente, não é o melhor lugar para passar alguns dias.  A estadia, porém, pode se tornar um pouco mais agradável com a companhia de um melhor amigo de quatro patas.

Um projeto de lei, do vereador Rinaldi Digilio (PRB), pretende autorizar a visita de animais domésticos, como cães, gatos e pássaros, em hospitais municipais. Se aprovado, os bichinhos, além estar com a vacinação e higiene em dia, vão precisar da autorização da direção do hospital e dos médicos para encontrar seus donos.

Atualmente, mesmo atendendo a todos os esses requisitos, não existe “uma normativa legal municipal que garanta que essa permissão tenha respaldo”, segundo o vereador.

Ele diz que o projeto visa a garantir que, legalmente, o hospital e o paciente tenham amparo para escolher se o animal deve ou não fazer a visita.

Na prática

Apesar de a proposta do vereador ainda não ter sido votada, desde 2012 a ONG Patas Therapeutas já dá para várias pessoas um gostinho de como seria o projeto em vigor: toda semana, alguns animais visitam hospitais pela cidade e passam um tempo brincando com quem está internado.

Se dependesse dos pacientes da Unidade Anália Franco do Hospital São Luiz, que receberam a visita dos animais da ONG, o projeto já estaria aprovado. “Deveria ter isso em todo lugar. Eu nem queria sair do quarto e só de saber da visita já me animei”, comentou a estudante Letícia Variane, de 17 anos.

A assistente administrativa Fátima Zogbi, 42 anos, concorda: “Estou com a minha filha e só de vê-la brincando um pouco já deu pra perceber o efeito que os animais têm”.

A psicóloga do hospital, Maria Carolina Gomes, explica que esse efeito realmente acontece. “Os pacientes desfocalizam da dor quando vêm brincar. No contato com os animais, é possível resgatar o sentimento da rotina de casa, e isso ajuda a melhorar”.

Segundo o vereador, audiências públicas serão realizadas antes da votação do projeto. Caso seja aprovado pela Câmara e sancionado pelo prefeito João Doria, a expectativa é que os melhores amigos já possam visitar seus donos nos hospitais municipais no início do ano que vem.  

Fonte: Metro Jornal



network

link

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...